Quem sou eu

sábado, 19 de maio de 2012

Árvore da minha vida

Meu peito é solo fértil, terra boa pra plantio. Como todo solo, escolhe o que produzir, o que dá aqui não dá lá, ali e acolá. Esse aqui dá amor. Qualquer sementinha, por menor que seja,cresce, vigora, se metamorfoseia num imenso Jequitibá de amor (Jequitibá, árvores de troncos de grandes dimensões, tanto em comprimento como em perímetro, em língua tupi significa “gigante da floresta”). Já chamaram isso de muitas outras coisas, mas acho que e porque não entenderam. Algumas coisas são assim, pra entender é preciso conhecer. Não digo que essas pessoas não conhecem por completo o amor, talvez não da maneira como eu o conheço somente.
O amor é meu amigo íntimo, está sempre por perto, momentos alegres e difíceis, atravessando todas as estações do meu peito. No verão, árvore formosa, copa vasta, sombra grande e reconfortante onde descansar. Chegado o outono umas folhas vão secando e caindo. Não é sinal de fraqueza, simplesmente gesto de deixar a vida mais bela com seus tons dourados de outono francês. Por vezes ele aparece, com ar devastador. O inverno. Parece até que é o fim, mero engano. É o vento que deixa a árvore forte, afirma suas raízes. Aliás, essa árvore, o amor, pertence a mesma família da amizade e das tampinhas de caneta, sempre somem por um tempo, mas nunca, nunca morrem. E é nesse momento de percalços e barreiras que, ávido de vida nova que começa a brotar flores novas e a árvore vai ganhando (restabelecendo) a beleza de outrora. É assim, esse amigo morador aqui de dentro vive novamente mais uma primavera.
Não me julguem mal, não destruam minha árvore, é dela que sobrevivo, da fotossíntese do meu amor, pegando tudo o que é vil e efêmero e transformando com esmero em ar puro para meu coração. Desculpe-me se a sombra dessa árvore te alcançou, não pode, não modele a golpes de machado a seu bel prazer, façamos juntos, em um de seus galhos um balanço e desfrutemos dessa sombra...

4 comentários:

Izabela disse...

Muito bonito =] Parabens!!!

Taabreu disse...

nossaaaa...quanta inspiração! obrigada pelo prazer de tão bela leitura =D

Taabreu disse...

desculpa ae...mas tive q ler de novo...mto bom hein! ;)

Jessica Néri disse...

mto bom...